Um Brinde à Poesia

Um Brinde à Poesia

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

RETROSPECTIVA UM BRINDE À POESIA 2011

RETROSPECTIVA UM BRINDE À POESIA 2011 NO MAC NITERÓI

No dia 10 de Dezembro será realizada a Retrospectiva 2011 do Um Brinde à poesia, que vem acontecendo todo segundo sábado do mês, das 15 às 18 horas, no Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

Nesta edição, Lucília Dowslley, criadora e coordenadora do projeto recebe 23 poetas, além de convidados musicais para brindar a paz e ao novo ano. São artistas que estiveram presentes nas edições que aconteceram nos meses anteriores. Além de Fábio Pereira, cantor e compositor e Arthur Freitas, contador de histórias mirim (aluno da oficina de Teatro ministrado por Lucília). Os dois participam todo mês.

Poetas que participarão desta edição: Alberto Araújo, André Santana, Angela Chagas, Bayard Tonelli, Beatriz Chacon, Cairo Trindade, Carmem Brasil, Dalberto Gomes, Denizis Trindade, Iverson Carneiro, José Henrique Calazans, João Batista Mello (cordel), Luan Carlos (poeta mirim), Maria Helena Latini, Marisa Queiroz, Mariza Rosa, Mônica Montone, Silvio Ribeiro de Castro, Simone Leite, Stella Vives, Telma Moreira.

Música: Louise Hug e Pedro Castello.


O Um Brinde à Poesia já é um evento consagrado em Niterói e teve participações na III e na IV Semana da Poesia do Rio de Janeiro e no Festival Carioca de Poesia (Poesia Simplesmente), além de apresentação internacional no Encontro pela paz e união do povos, no Paraguai e Lançamento do livro Um Brinde à Poesia - foto - pensamento - poesia, de Lucília Dowslley, em Nova York e em New Jersey.


Para o próximo ano Lucília adianta que continuará com as edições fixas no MAC Niterói e que programa várias novidades, inclusive para comemoração dos 13 anos de atividades.


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Brinde Setembro

DIA 9 DE SETEMBRO DE 2011





O tempo voa para quem sonha. Pode parecer só uma expressão poética, mas reflete bem a história do Um Brinde à Poesia, lançado no dia 11 de junho de 1999. A iniciativa foi da poeta, atriz, fotógrafa e jornalista Lucília Dowslley confirmando sua importância como evento divulgador e estimulador da poesia falada no cenário cultural de Niterói.


Com edições mensais Lucília faz a abertura da noite com poesias e projeção de fotos de sua autoria acompanhada do músico e compositor Fábio Pereira. Em seguida, recebe o seu aluno - oficina de criação de textos, Arthur Freitas, 9 anos, contando histórias e depois três poetas e um músico convidado com trabalhos autorais. Há o momento do brinde, em que o público é servido com vinho e compõem uma poesia coletivamente celebrando as coisas boas da vida. Tem homenagens a escritores e compositores da MPB e a canja poética, em que o público é convidado a participar do recital. E, não tem desculpa. Quem não tiver texto, escolhe nos livros disponibilizados no palco. O evento termina com cocktail e sorteio de brindes dos apoios.


O Um Brinde à Poesia foi criado em sonho. Isso mesmo, no dia 10 de maio de 1999, (dois dias para o aniversário de Lucília) ELA acordou com toda a idéia, produzindo tudo em 25 dias para lançar no dia 11 de junho, por causa do dia dos namorados (12) e do aniversário de Fernando Pessoa (13), então patrono junto com Vinícius de Moraes. O Anjo como símbolo foi fotografado em NY, em janeiro de 1998, no Central Park. Estas idéias apareceram no sonho e teve ainda que editar mil livretos de poesia para distribuir no dia do evento, com apoios do comércio local (destaque para os que até hoje permanecem: Porção Mágica, Steak House, Lidador, Livraria Gutemberg e EstaSom) e a todos que mensalmente participam das apresentações.
O sonho só foi possível depois de compartilhado e os poetas, artistas e o público são parte importante para fazer Um Brinde. Sem dúvida exitem muitos motivos para celebrar.


MÊS DE SETEMBRO TÊM PRIMAVERA DA PAZ NO UM BRINDE.




Lucília Dowslley traz para edição do dia 1O de Setembroo do Um Brinde à Poesia,a poesia de cordel com João Batista Melo. a poeta estreante Simone Leite e o cantor e compositor Allê Mendes divulgando o cd Minhas Trilhas. E neste mês video dança com Patricia Riess em Um Olhar sobre a luz, inspirado no livro Um Brinde à Poesia de Lucília Dowslley. O compositor e músico Fábio Pereira e o Contador de Histórias Mirim Arthur Freitas que fazem parte da programação permanente do Um Brinde, acompanhando Lucília.




Ah! E você traga um poema e apresente na canja.

domingo, 14 de agosto de 2011

LANÇAMENTO DO LIVRO MULHERES EM TRANSE & EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA





Mulheres em Transe, é o livro de poemas de Denizis Trindade e Kyvia Rodrigues que será lançado no dia 17 de agosto, as 18:30, no Centro Cultural Lapa, Ladeira de Santa Teresa, 6, Sob os Arcos da Lapa. A poeta foto jornalista Lucília Dowslley assina a foto da capa e prestará homenagem às autoras expondo 30 fotos de registros produzidos nos últimos cinco meses. A fotógrafa que tem registrado os principais eventos de poesia do circuito carioca apresentará imagens com pinceladas digitais. Fotógrafo convidado Alexandre Macedo. A noite de autógrafos contará com a apresentação do grupo Gang da Poesia, Ellas e os Monstros e de grandes poetas num sarau show.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

LANÇAMENTO DE LIVRO EM AGOSTO






O tempo voa para quem sonha. Pode parecer só uma expressão poética, mas reflete bem a história do Um Brinde à Poesia, lançado no dia 11 de junho de 1999. A iniciativa foi da poeta, atriz, fotógrafa e jornalista Lucília Dowslley confirmando sua importância como evento divulgador e estimulador da poesia falada no cenário cultural de Niterói.

Com edições mensais Lucília faz a abertura da noite com poesias e projeção de fotos de sua autoria acompanhada do músico e compositor Fábio Pereira. Em seguida, recebe o seu aluno - oficina de criação de textos, Arthur Ortiz, 9 anos, contando histórias e depois três poetas e um músico convidado com trabalhos autorais. Há o momento do brinde, em que o público é servido com vinho e compõem uma poesia coletivamente celebrando as coisas boas da vida. Tem homenagens a escritores e compositores da MPB e a canja poética, em que o público é convidado a participar do recital. E, não tem desculpa. Quem não tiver texto, escolhe nos livros disponibilizados no palco. O evento termina com cocktail e sorteio de brindes dos apoios.

O Um Brinde à Poesia foi criado em sonho. Isso mesmo, no dia 10 de maio de 1999, (dois dias para o meu aniversário - presentão) acordei com toda a idéia, produzindo tudo em 25 dias para lançar no dia 11 de junho, por causa do dia dos namorados (12) e do aniversário de Fernando Pessoa (13), então patrono junto com Vinícius de Moraes. O Anjo como símbolo foi fotografado em NY, em janeiro de 1998, no Central Park. Estas idéias apareceram no meu sonho e tive ainda que editar mil livretos de poesia para distribuir no dia do evento, com apoios do comércio local (destaco os que até hoje me acompanham: Porção Mágica, Steak House, Lidador, Livraria Gutemberg e EstaSom) e a todos que mensalmente
participam das apresentações.
O sonho só foi possível depois de compartilhado e os poetas, artistas e o público são parte importante para fazer Um Brinde. Sem dúvida exitem muitos motivos para celebrar.

MÊS DE AGOSTO TÊM LANÇAMENTO DE LIVRO NO UM BRINDE.


Lucília Dowslley traz para edição do dia 13 de agosto do Um Brinde à Poesia, o lançamento do livro Identidade do Sol - poemas e pensamentos, pela All Print Editora, de Alberto Araújlo.

Antônio Alberto Araújo, escritor, poeta, contabilista, professor e licenciado em letras/português , nasceu em Luzilândia, no Piauí. Autor de Caminhos percorridos Eu e a e a poesia – poemas e participou da I Antologia dos poetas contemporâneos do Brasil, pela a editora In House.

IDENTIDADE DO SOL

Um ente desponta
E aponta o que é ser belo
E da beleza nas palavras.

Sangrando pela alma
Vai-se as palavras entintadas e solfejadas,
As quais o tempo as fez produzi-las
Certas se fazem fato central de uma vida.

Por esse motivo nunca as deixará adormecidas no cais,
Aneladas a tristezas e angústias

Tampouco dá guarida aos proveitos do que se fez.

Apenas o querer que, as palavras ditas no papel
Sejam viajadas através do tempo,
Fazendo-se cantigas no coração de quem ama
Assim o tornando um ser meramente feliz.

Alberto Araújo


Músico: Fábio Pereira
Contador de Histórias Mirim: Arthur Ortiz


Poetas Convidados
Edel Costa, Gilson Rolin, Dionilce Faria, Valdir Ramos

Músico convidado:
Russô Dias

Declamadora:
Ana Regina

Ah! E você traga um poema e apresente na canja.

VAMOS CELEBRAR O AMOR!!!

MAC Niterói

PAZ! GRAÇAS A DEUS! BRILHA LUZ!

Lucília Dowslley

sexta-feira, 17 de junho de 2011

VAMOS FAZER UM BRINDE AO DIA DO AMIGO!

Loucos e Santos
Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

Oscar Wilde

PROGRAMAÇÃO:

O Um Brinde à Poesia foi criado em sonho. Isso mesmo, no dia 10 de maio de 1999, (dois dias para o meu aniversário - presentão) e lançado no dia 11 de junho, por causa do dia dos namorados (12) e do aniversário de Fernando Pessoa (13), então patrono junto com Vinícius de Moraes (o poeta mais namorador!!). O Anjo como símbolo foi fotografado em NY, em janeiro de 1988, no Central Park. Estas idéias apareceram no meu sonho e tive que produzir em 25 dias, além de produzir mil livretos de poesia para distribuir no dia do evento, com apoios do comércio local (destaco quatro que até hoje me acompanham: Porção Mágica, Steak House, Lidador e EstaSom) e a todos que mensalmente participam das apresentações. OBRIGADA!!!!

O sonho só foi possível depois de compartilhado. Os artistas e o público são o combustível para que eu continue a brindar. Sem dúvida temos muitos motivos para comemorar.
Aos amigos Um Brinde especial neste mês!

Poetas: Maria Helena Latini, Lena ferreira e Marcelo Mourão
Músico: Fábio Pereira
Participação Musical: Rollo (voz) e Jonathan Ferr (teclado e piano) em Pocket-Show Cinco Buarques de Holanda
Contador de Histórias Mirim: Arthur Ortiz
Homenagem Fernando Pessoa: Antônio Gomes Eduardo

VAMOS CELEBRAR A AMIZADE!!!

Ah! E você traga um poema e apresente na canja.
Sorteio de brindes.

ENTRADA R$ 5,00

PAZ! GRAÇAS A DEUS! BRILHA LUZ!
Lucília Dowslley

Cinco Buarques de Holanda

Um passeio lúdico e visceral com Chico Buarque. Essa é a proposta do pocket-show “Cinco Buarques de Holanda”, apresentado por Rollo (voz)
e Jonathan Ferr (piano e teclados).
A ideia de um show que reunisse uma releitura swingada da genialidade de Chico, nas suas mais representativas canções, é um desejo alimentado há muito tempo pelo cantor Rollo. O repertório é composto de 10 músicas de autoria de Chico, mas cada apresentação contém apenas cinco composições, escolhidas de forma aleatória. A inovação na estrutura da produção permite que cada apresentação seja única e exclusiva.
A brincadeira sonora, mais que bem temperada com pimenta e pegada da negritude, fica por conta do repertório pra lá de seleto – com várias letras e versões censuradas pelo Regime Militar - escolhido pelo próprio Rollo (que vem de uma bem sucedida temporada à frente do show Demasiado Humano, ao lado do Rolo Trio) e por Jonathan Ferr (pianista e arranjador).
Da malandragem do “Rei de Ramos”, passando por “Futuros Amantes” e “Las Muchachas de Copacabana”, o repertório ainda traz “Verdadeira Embolada”, parceria de Chico com Edu Lobo e “A Cidade Ideal”, feita em parceria com Enriquez e Bardoti, para o musical “Saltimbancos”, tudo isso em um roteiro assinado pelo escritor Flávio Braga (autor do livro e peça Sade em Sodoma, com direção de Ivan Sugahara). Todas as composições vão ao encontro da interpretação "de corpo e alma" de Rollo, em harmonia com o sutil e potente toque do piano de Jonathan, gerando uma combinação explosiva, que mexe com todos os sentidos. "Cinco Buarques de Holanda” propõe uma sonoridade com levada e gosto de quero mais. (Rosiane Rodrigues)











Dia do amigo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Dia do Amigo, celebrado a 20 de julho, foi primeiramente adotado em Buenos Aires, na Argentina, com o Decreto nº 235/79[1], sendo que foi gradualmente adotado em outras partes do mundo.
A data foi criada pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro. Com a chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, ele enviou cerca de quatro mil cartas para diversos países e idiomas com o intuito de instituir o Dia do Amigo. Febbraro considerava a chegada do homem a lua "um feito que demonstra que se o homem se unir com seus semelhantes, não há objetivos impossíveis".[2]
Aos poucos a data foi sendo adotada em outros países e hoje, em quase todo o mundo, o dia 20 de julho é o Dia do Amigo, é quando as pessoas trocam presentes, se abraçam e declaram sua amizade umas as outras, na teoria. [3][4][5]
No Brasil, apesar de não ser regulamentada por lei, o dia do amigo é comemorado popularmente em 18 de abril.[6] No entanto, o país também vem adotando a data internacional, 20 de julho, sendo inclusive instituída oficialmente em alguns estados e municípios.


BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!
Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!
Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!
Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!
Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!

Machado de Assis

sexta-feira, 10 de junho de 2011

UM POUCO SOBRE LUCÍLIA DOWSLLEY


UM POUCO SOBRE MIM
Poeta, fotógrafa e atriz, nascida em Niterói, no Rio de Janeiro.

Lançou em 11 de junho de 1999, o Um Brinde à Poesia Movimento pela Paz e Liberdade de Ser, inspirado em sonho. O símbolo de projeto é a foto da estátua de um Anjo tirada, em 1998, no Central Park. Mensalmente a escritora promove saraus, tendo inclusive já se apresentado no Paraguai, Nova York e Nova Jersey. Comemorando cinco anos do Movimento lança seu primeiro livro de pensamento, foto e poesia com o título Um Brinde à Poesia.

Trabalha nas seguintes atividades: Fotografia - Jornalismo – Designer Gráfico – Produção Cultural – Artes – Literatura – Educação - Teatro

Graduação em Jornalismo – Faculdade Hélio Alonso
Web designer e Designer Gráfico– CEIMPRO

Oficinas de Teatro e Montagem de Peça Teatral, com os diretores Françoise Fourton (1997), Anamaria Nunes (1997/1998), Marcio Trigo (2003/2004), Marcelo Aquino (2009/2010), entre outros.

PRINCIPAIS FATOS BIOGRÁFICOS (A PARTIR DE 1997):

1997 - Trabalha no Jornal Verbo & Imagem da Fundação de Artes de Niterói

1997 - Se apresenta pela primeira vez como poeta num evento literário, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno.

1997 – Participa, como atriz, da montagem Crônicas Pantagruélicas do Infâme Rabelais, de Ana Maria Nunes, no Teatro Municipal de Niterói e no Teatro Glauce Rocha, interpretando cinco personagens.

1997/1998 - Trabalha como Fotógrafa da Bloch Editores, fazendo fotos externas e em estúdio, um deles o PROJAC da Rede Globo, registrando cenas de novelas.

1998 - Viaja para Nova York pela primeira vez e fotografa O Anjo, no Central Park, imagem revelada em sonho para ser símbolo do Um Brinde à Poesia.

1997/1998/1999 - Monta a Cia Teatral Máscaras com jovens entre 17 e 25 anos.
Escreve, dirige e produz Viajando nas Páginas Musical Infantil, no Museu do Ingá e no SESC Niterói.

1997 - Escreve, dirige, atua e produz Flashes & Folhas projeto multimídia reunindo poesia, fotografia, teatro e música, retratando a realidade dos moradores de rua contrastando com a harmonia da natureza, no Plaza Shopping, na Estação Livre Cantareira, em Niterói e no Espaço La Folie, em Botafogo. Nesta ocasião trabalha como voluntária do projeto Pró criança, dando aulas de teatro e tirando meninos das ruas.

1999 - Trabalha com publicidade na Revista Portos e Navios.

10 de maio de 1999 - Sonha com toda a idéia do Um Brinde à Poesia e no dia 11 de junho faz o lançamento num sarau homenageando Fernando Pessoa e Vinícius de Moraes, reunindo 60 pessoas e distribui a primeira edição da revistinha literária, que chegou a ser publicada até o número 65.

1999 a 2002 - Apresentou o Um Brinde à Poesia em bares e Espaços Culturais da cidade de Niterói, entre eles: Museu do Ingá, Clube dos Advogados, Teatro da UFF.

2003/2004 - Apresenta Um Brinde à Poesia mensalmente na Livraria Ver & Dicto, chegando a ter 80 pessoas reunidas por noite. Lançando seu primeiro livro Um Brinde à Poesia, fotos pensamentos e poesia, numa edição independente com tiragem de mil exemplares.

2005 - Viaja para Nova York e fica lá durante seis meses. Recebendo o convite para relançar o livro na sede da Seicho-no-ie, em Nova York e em Nova Jersey. Recebe o incentivo do diretor da UBNY (União Brasileira de Escritores de NY) e dos jornais Comunidade News, Brazilian Voice e Brazilian Press.

2006/2007 - Inaugurou e dirigiu o Ateliê do Poeta, em Itaipu, Niterói, participando da Rota das Artes e promovendo workshops, palestras, espetáculos e exposições.

1999/2011 - Criação, produção e apresentação do evento cultural Um Brinde à Poesia, com edições nos principais espaços culturais da cidade de Niterói, com passagem em Nova Jersey, Nova York e Paraguai,

2000/2011 - Aulas de Informática, Teatro e Criação de Textos para crianças (3/10 anos), no Jardim Escola Sementinha Iluminada e CIEP Várzea das Moças.

1999/2011 - Oficina de Criação e Interpretação de texto e teatro, para jovens e adultos.

2009 - Participa da montagem teatral Cabaret Wilde, como atriz, com poesias próprias inseridas no espetáculo (Salomé), no Solar de Botafogo.

2010 - Criou e coordenou a Sala Fala Poeta, no Centro de Niterói, onde acontece mensalmente o sarau pocket/clube de leitura Coração Poético.. Espaço que utiliza também para ministrar as Oficinas de Criação e como estúdio fotográfico.

Exposição Fotográfica:

Flashes & Folhas – Novembro de 1997, Ateliê Art Center, São Francisco Niterói. Plaza Shopping e Estação Livre Cantareira, Maio de 1998. Espaço Cultural La Folie, Botafogo, Agosto de 1999. Encontro pela Paz e Liberdade de Ser, Paraguai, novembro de 2000. Exposição multimídia, com projeção e performance poética, apresentando fotos de moradores de rua de várias cidades como Rio de Janeiro, Nova York, Niterói, Teresópolis, entre outros, contrastando belas paisagens naturais. Dia Mundial da Fotografia - Sociedade Fluminense de Fotografia – Coletiva, 2001. Um Olhar Sobre Niterói, fotos em homenagem aos 428 anos de Niterói. Sala José Cândido de Carvalho. Luzes do Som, SESC Niterói, maio de 2003. Fotos de shows de Moska, Biquíni Cavadão, Joana, Luciana Mello, Alceo Valença, Frejat, entre outros. Curando Desirré Monjardim, setembro de 2004, coletiva, Espaço Cultural MODA, Ingá, Niterói. COLETIVA – Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, abril de 2006. Espírito das Ruas, fotos de Nova York, julho de 2006, Ateliê do Poeta, Itaipu, Niterói. Natal Feliz, coletiva, Barra Vento Center, Piratininga, dezembro de 2006/2007. Niterói Poética, Livraria EDUFF, Icaraí, Niterói, Novembro, de 2008. Um olhar sobre Niterói, FLUP – Casimiro de Abreu, maio de 2011.

Outra atividade da artista é desenvolver souvenir e brindes a partir das composições de foto e poesia. Entre eles: camisetas, canecas, imãs, chaveiros, pôsteres, quadros, postais, entre outros. Participou da criação de souvenir para o catálogo Souvenir Rio Niterói, lançado pelo SEBRAE/SENAC, em 2008.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

VAMOS COMEMORAR DOZE ANOS DE BRINDES!!!



Este mês vamos comemorar doze anos de brindes!!!

O Um Brinde à Poesia foi criado em sonho. Isso mesmo, no dia 10 de maio de 1999, (dois dias para o meu aniversário - presentão) acordei com toda a idéia, produzindo tudo em 25 dias para lançar no dia 11 de junho, por causa do dia dos namorados (12) e do aniversário de Fernando Pessoa (13), então patrono junto com Vinícius de Moraes (o poeta mais namorador!!). O Anjo como símbolo foi fotografado em NY, em janeiro de 1988, no Central Park. Estas idéias apareceram no meu sonho e tive ainda que editar mil livretos de poesia para distribuir no dia do evento, com apoios do comércio local (destaco quatro que até hoje me acompanham: Porção Mágica, Steak House, Lidador e EstaSom) e a todos que mensalmente participam das apresentações.
Por isso a programação deste mês é uma retrospectiva destes momentos inesquecíveis que dão um sentido a minha vida. O sonho só foi possível depois de compartilhado e vocês são parte importante para que eu continue a brindar. Sem dúvida temos muitos motivos para comemorar.

Poetas: Cairo Trindade, Maria Helena Latini, Jorge Ventura, Tanussi Cardoso, Denizis Trindade, Igor Fagundes, Kyvia Rodrigues, Stella Vives, Beatriz Chacon, Sérgio Gerônimo, Dalberto Gomes, Iverson Carneiro, Rômulo Narducci, Sissa Schultz, Eurídice Hespanhol, Naldo Velho, Silvio Ribeiro de Castro, Rômulo Souza.
Músico: Fábio Pereira Poeta Mirim: Arthur Ortiz
Homenagem Fernando Pessoa: Antônio Gomes Eduardo
Participação Especial da Banda Os Ninguém

VAMOS CELEBRAR O AMOR!!!
Homenagem Fernando pessoa, Vinícius de Moraes e Cazuza!

Ah! E você traga um poema e apresente na canja.
Sorteio de brindes.

Este mês promoção de aniversário: ENTRADA FRANCA


MAC Niterói

PAZ! GRAÇAS A DEUS! BRILHA LUZ!

Lucília Dowslley

domingo, 1 de maio de 2011

CONVITE MAIO 2011


A foto jornalista e poeta Lucília Dowslley convida para fazer um brinde neste mês, no dia 14 de Maio, das 15h às 18h, no Museu de Arte Contemporânea. Motivos: um deles é a certeza de que o "Projeto" que criou há doze anos, depois de despertar de um sonho com toda a idéia, dois dias antes do seu aniversário, já se consagrou no cenário poético e na cidade de Niterói. Outro motivo é justamente o seu aniversário, no dia 12 de maio.

A artista preparou uma edição mais que especial e quem ganha é o público. A tarde começa com Lucília apresentando o poema Ensina-me, tradicional em todas as edições. Dizem que já virou lenda. Ela que não é profissional da música, pede desculpas e dedilha o violão e um único acorde para marcar o ritmo do poema oração. Com bom humor revela que já tem poemas de dois acordes para cima, mas que é só uma brincadeira de poeta. “Admiro muito os músicos. Fico babando com quem realmente sabe tocar um instrumento e compor. Amo a música. Acho que por isso gosto tanto de fotografar shows. Através das lentes me transformo em acordes e me lanço no palco.”

Nesta tarde especial, será apresentado o pocket show O Cantor, o músico e o poeta com Byafra, Fred Vasconcelos e Jorge Ventura. Tem ainda a participação de Rômulo Narducci, Beatriz Chacon, Fábio Pereira e Naldo Velho lançando o livro A Dança do Tempo.
Também tem a presença do contador de histórias mirim Arthur Ortiz de Freitas, 9 anos (aluno de Lucília, na Oficina de Criação de textos do Jardim Escola Sementinha Iluminada). Crianças outra grande paixão da escritora que trabalha há mais de vinte anos com Oficinas de teatro e poesia também para este público. Aliás, estão abertas as inscrições para a Oficina de Criação Poética e Teatral, que começa em junho. “A idéia é criar uma Trupe do um Brinde, montar um espetáculo e incentivar os alunos também a fazerem participações nos saraus. A turma tem um número limitado. Por tanto, entrem em contato por telefone: 3065-2697.

E claro, para quem estiver na platéia com vontade de falar no microfone tem a canja. “É um momento que adoro. Os dedos vão se erguendo e os poetas, interpretes ou tímidos apaixonados pela literatura se revelam.”

A festa finaliza com um brinde e com sorteios. Nesta tarde com direito a parabéns. No mês que vem quem faz aniversário é o próprio Um Brinde à Poesia que vai completar doze anos, no dia 11. Como diz a anfitriã: “Temos mais de milhões de motivos para brindar à vida e mais ainda para agradecer”.

Um Brinde à Poesia no MAC - Dia: 14 de Maio, das 15h às 18H
Crianças até 10 anos não pagam
Idosos pagam meia entrada
Local: Museu de Arte Contemporânea (MAC)
Mirante da Boa Viagem s/n - Tel. 2620-2400
Contato: Lucília dowslley 8222-9865 ou 3065-2697
Email:umbrindeapoesia@gmail.com video

sexta-feira, 22 de abril de 2011

DIA DA TERRA - 22 de Abril





“O Dia da Terra foi criado pelo então senador norte-americano Gaylord Nelson, no dia 22 de Abril de 1970″.
Que na época senador, convocou o 1º protesto nacional contra a poluição, tem por finalidade criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade, outras preocupações ambientais para proteger a Terra, e para retribuir aos maus tratos que nós humanos oferecemos diariamente ao nosso querido e fundamental espaço terrestre.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Dia 23 de Abril - CURIOSIDADE


São Jorge: Dia do livro e da rosa

É muito difícil definir a data exata que marcou o início da tradição popular de oferecer rosas no dia de São Jorge. Deve ser muito antiga, já que, desde o século XV há constância da celebração da Feira das Rosas no dia de São Jorge.

Esta mesma antiguidade traz a tentação de buscar uma relação entre uma tradição popular e o simbolismo do amor cortês que a rosa representa.

Mais além das possíveis teorias que possam justificar a tradição, o mais importante é que se tenha mantido viva e seja um símbolo indiscutível da Catalunha.

Em 1926 a Espanha instaurou o dia 23 de Abril como Dia do Livro pois esta data coincide com a morte de Cervantes, imitando a Inglaterra que já o celebrava no mesmo dia porque também coincide com a morte de Shakespeare.

A celebração enraizou-se rapidamente em Barcelona e estendeu-se na Catalunha, mas o propósito oficial diluiu-se ao coincidir com o dia do Santo Padroeiro.

Enquanto em outros lugares se mantinha de maneira muito escassa ou desaparecia, na Catalunha tornou-se um dos dias populares mais celebrados e ao mesmo tempo ajudou muito a potenciar a difusão e a venda do livro catalão.

Assim, na Catalunha o 23 de Abril é o dia de São Jorge, da rosa e do livro: o dia do Santo Padroeiro, do amor e da cultura.

É, decididamente, um dia de civismo, de cultura e de respeito entre todas as pessoas que vivem na Catalunha e, por extensão, todas as pessoas e todas as culturas do mundo.

23 de Abril: Dia mundial do livro e dos direitos de autor

A Conferência geral da UNESCO, reunida em Paris, considerando que o livro foi historicamente o instrumento mais potente de difusão dos conhecimentos, que todas as iniciativas para promover a difusão do livro são um fator de enriquecimento cultural, que uma das formas mais eficazes de promoção do livro é organizar todos os anos "O dia do livro", e constatando que esta fórmula ainda não fora adotada a nível internacional, em 15 de Novembro de 1995 proclamou o dia 23 de Abril "Dia mundial do livro e dos direitos de autor".

Texto elaborado por Pep Camps, da Unidade de Comunidades Catalãs do Exterior, da Generalitat de Catalunya. Março de 2003. Fonte: dados históricos extraídos do postal de boas festas de 1978 editado pela Fundação Jaime I.

http://www.amigosdolivro.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=3713

terça-feira, 19 de abril de 2011

PROGRAMAÇÃO ABRIL 2011

No dia 23 de Abril, das 15:00 às 18h00min, Lucília Dowslley apresenta mais uma edição do Movimento Um Brinde à Poesia, no MAC. Na programação a escritora gaúcha Stella Vives apresentando Florbela Espanca, o poeta Dalberto Gomes e Carmem Brasil e participação especial de Fábio Pereira, voz e violão.
Um Brinde à Poesia é um evento consagrado em Niterói buscando sempre estimular a participação do público, que atinge com sucesso suas expectativas, quando grande parte de sua platéia são pessoas que não fazem parte da classe artística. O interessante é que as pessoas gostam, retornam e tem a oportunidade de ir ao microfone e se apresentarem, muitas vezes revelando-se poetas também. Ao mesmo tempo traz também grandes poetas misturando a este público espontâneo.
O Um Brinde foi apresentado em diversos lugares em Niterói, entre eles, Livraria Ver & Dicto (2003/2004), Museu do Ingá, Museu Antônio Parreiras, Teatro da UFF, OAB, Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, entre outros. Além de ter participado do Encontro pela paz e união dos povos, no Paraguai e ter se apresentado em Nova Jersey e Nova York.
O Um Brinde à Poesia, 12 anos, passa a fazer parte da programação mensal do MAC Niterói. Grande conquista para brindar aos doze anos de dedicação à cultura de Niterói e brindar também ao público e poetas fiéis de carteirinha. Temos milhões de motivos para levantar um brinde e por isso chegamos até aqui sabendo que nada se faz sozinho. Meu coração se eleva em gratidão compartilhando num brinde gotas de emoção.

Lucília Dowslley